segunda-feira, 22 de outubro de 2012

ONDE ESTA SUA CABEÇA



Olhando para a festa em hora,a Nossa Senhora Aparecida,veio em meu coração a lembrança de que forma a Imagem, da mesma chegou até nos.
Vejamos como de fato isto aconteceu:


Aparição

Há duas fontes sobre o achado da imagem, que se encontram no Arquivo da Cúria Metropolitana de Aparecida (anterior a 1743) e no Arquivo da Companhia de Jesus, em Roma.[carece de fontes] A história foi primeiramente registrada pelo Padre José Alves Vilela em 1743 e pelo Padre João de Morais e Aguiar em 1757, registro que se encontra no Primeiro Livro de Tombo da Paróquia de Santo Antônio de Guaratinguetá.[carece de fontes] Segundo os relatos, a aparição da imagem ocorreu na segunda quinzena de outubro de 1717, quando Dom Pedro de Almeidaconde de Assomar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, no vale do Paraíba,[1][4] durante uma viagem até Vila Rica.[5][6]
O povo de Guaratinguetá decidiu fazer uma festa em homenagem à presença de Dom Pedro de Almeida e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde.[1][4] Os pescadores Domingos Garcia, João Alves e Filipe Pedroso rezaram para a Virgem Maria e pediram a ajuda de Deus.[1][4] Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu.[6] Eles já estavam a desistir da pescaria quando João Alves jogou sua rede novamente.[1][4] Ao invés de peixe, ele apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria sem a cabeça.[1][4] Ao lançar a rede novamente, apanhou a cabeça da imagem,[1][4] que foi envolvida em um lenço.[5] Após terem recuperado as duas partes da imagem, a figura da Virgem Aparecida teria ficado tão pesada que eles não conseguiam mais movê-la.[2] A partir daquele momento, segundo os relatos, os três pescadores apanharam tantos peixes que foram obrigados a voltarem para o porto, uma vez que o volume da pesca ameaçava afundar a embarcação deles.[7] Este foi o primeiro milagre atribuído à imagem.[4]

[editar]Início da devoção                                                                                                 

Durante os quinze anos seguintes, a imagem permaneceu na residência de Filipe Pedroso, onde as pessoas da vizinhança se reuniam para orar.[6][8] A devoção foi crescendo entre o povo da região e muitas graças foram alcançadas por aqueles que oravam diante da imagem.[6] A fama dos supostos poderes da imagem foi se espalhando por todas as regiões do Brasil.[6] Diversas vezes as pessoas que à noite faziam diante dela as suas orações, viam luzes de repente apagadas e depois de um pouco reacendidas sem nenhuma intervenção humana. Logo, já não eram somente os pescadores os que vinham rezar diante da imagem, mas também muitas outras pessoas das vizinhanças. A família construiu um oratório no Porto de Itaguaçu, que logo tornou-se pequeno para abrigar tantos fiéis.[6][8]
Assim sendo, por volta de 1734 o vigário de Guaratinguetá construiu uma capela no alto do morro dos Coqueiros, aberta à visitação pública em 26 de julho de 1745[6][8]. A capela foi erguida com a ajuda do filho de Filipe Pedroso, que não queria construir no alto do Morro dos Coqueiros, pois achava mais fácil para o povo entrar na capela logo abaixo, ao lado do povoado.[carece de fontes] Em 20 de abril de 1822, em viagem pelo Vale do Paraíba, o então Príncipe Regente do Brasil Dom Pedro I e sua comitiva visitaram a capela e conheceram a imagem de Nossa Senhora Aparecida.[carece de fontes]
O número de fiéis não parava de aumentar e, em 1834, foi iniciada a construção de uma igreja maior (a atual Basílica Velha),[6] sendo solenemente inaugurada e benzida em 8 de dezembro de 1888.[9][10]
Observando tal acontecimento,o relato nuns lembra,que os pescadores,havia tentado várias vezes sem sucesso.Quando uni a Imagem,a parti daquele momento,os três pescadores apanharam tantos peixes que o volume da pesca ameaçava afundar a embarcação deles.Você deve esta si perguntando,o que isto têm a ver,pois bem,como Católicos ouvimos sempre a exortação:Cristo e a cabeça,e nos os membros,a Sagrada Escritura revela-nos isto.S.João Eudes dizia:Peço que considereis que Jesus Cristo nosso Senhor é vossa verdadeira Cabeça e que vós sois um de seus membros. Ele é para vós o que a Cabeça é para os membros; tudo o que é dele é vosso, seu espírito, coração, corpo, alma e todas as suas fa­culdades, e deveis fazer uso disso como coisa vossa para servir, louvar, amar e glorificar a Deus. Vós sois em relação a Ele o que os membros são em relação à cabeça. Assim, Ele deseja ardentemente fazer uso de tudo o que está em vós para o ser­viço e a glória de seu Pai, como coisa sua[a33].
Para mim , viver é Cristo (Fl 1,21) 
O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA DIZ:
807         A Igreja é este Corpo do qual Cristo é a Cabeça: ela vive dele nele e por ele; ele vive com ela e nela.
792         Cristo "é a Cabeça do Corpo que é a Igreja" (Cl 1,18) Ele é o Princípio da criação e da redenção. Elevado na glória do Pai "Ele tem em tudo a primazia" (Cl 1,18), principalmente sobre a Igreja, por meio da qual estende seu reino sobre todas as coisas.

795         Cristo e a Igreja, eis, portanto, o "Cristo total" ("Christus totus"). A Igreja é una com Cristo. Os Santos têm uma consciência bem viva desta unidade:

Diante destas realidades,começo a lembrar o titulo:ONDE ESTA SUA CABEÇA,ou seja,sera que de fato me coloco como seus membro,e deixo ele ser o centro,a cabeça.AS vezes ouvimos,"Onde eu estava com a cabeça"."Que cabeça dura"."Que descabeçado".E dai por diante vai,vivemos em um mundo,onde a cada dia,apareci pessoas si intitulando,sendo intitulados cabeças pensantes em tudo,que e areia.Assim peçamos ao Espírito Santo,que venha ao nosso auxilio para,que de fato,Jesus Cristo seja o centro de nossas vidas,deixemos sermos conduzidos por ele,como Senhor de nossa vida e história.Percamos sim, a cabeça por ele, como João Batista na Missão.
1.Naquele tempo, a fama de Jesus chegou aos ouvidos do rei Herodes.2.Ele disse aos seus cortesão : “É João Batista! Ele ressuscitou dos mortos; por isso, as forças milagrosas atuam nele”.3.De fato, Herodes tinha mandado prender João, acorrentá-lo e colocá-lo na prisão, por causa de Herodíades, a mulher de seu irmão Filipe.4.Pois João vivia dizendo a Herodes: “Não te é permitido viver com ela”.5.Herodes queria matá-lo, mas ficava com medo do povo, que o tinha em conta de profeta.6.Por ocasião do aniversário de Herodes, a filha de Herodíades dançou diante de todos, e agradou tanto a Herodes 7.que ele prometeu, com juramento, dar a ela tudo o que pedisse.8.Instigada pela mãe, ela pediu: “Dá-me aqui, num prato, a cabeça de João Batista.”9.O rei ficou triste, mas, por causa do juramento e dos convidados, ordenou que atendessem o pedido dela.10.E mandou cortar a cabeça de João, na prisão.11.A cabeça foi trazida num prato, entregue à moça, e esta a levou para a sua mãe.12.Os discípulos de João foram buscar o corpo e o enterraram. Depois vieram contar tudo a Jesus.(Mt 14)


2 comentários:

  1. QUE GRAÇA DIVINA ; ao entrar a quino seu blog já fiz a leitura DO VECÍCULO; TUDO POSSO NA QUELE QUE MIM FORTALECE...VERDADE DEUS É A NOSSA FORTALEZA INFINITAMENTE; COMO É MARAVILHO ENTENDER AS MARAVILHAS DE DEUS EM NOSSA VIDA E TER PESSOAS QUE NOS MOSTRA A REALIDADE DA VIDA EM MOMENTOS DE MUITOS CANSAÇO E SEMPRE TEM UMA PALAVRA DE FORÇA AMÉM

    ResponderExcluir
  2. PASSANDO AKI NO SEU BLOG PARA FAZER UMA LEITURA EN SEUS TEXTOS , QUE DEUS ILUMINE A CADA DIA ; COM A EXPIRAÇÃO DO ESPIRITO SANTO E NOSSA MÃE ESTEJA NO COMANDO .... FICA COM A PAZ DE CRISTO ...

    ResponderExcluir