quinta-feira, 19 de setembro de 2013

CELEBREMOS OS ARCANJOS





Mês de Setembro a Igreja celebra,os arcanjos,dentro desta realidade vamos trazer,algumas considerações sobre os mesmo,para estarmos em sitônia com a Igreja,vejamos então:
Arcanjo Miguel:1. Nesse tempo se levantará Miguel, o grande príncipe que protege o povo ao qual você pertence: será uma hora de grandes apertos, tais como jamais houve, desde que as nações começaram a existir, até o tempo atual. Então o seu povo será salvo, todos os que estiverem inscritos no livro.
2. Muitos que dormem no pó despertarão: uns para a vida eterna, outros para a vergonha e a infâmia eternas.
3. Os sábios brilharão como brilha o firmamento, e os que ensinam a muitos a justiça brilharão para sempre como estrelas.
4. Você, Daniel, guarde em segredo esta mensagem, lacre este livro até o tempo final. Muitos o examinarão, e o conhecimento deles aumentará".(Dn 12)
7. Aconteceu então uma batalha no céu: Miguel e seus Anjos guerrearam contra o Dragão.
8. O Dragão batalhou juntamente com os seus Anjos, mas foi derrotado, e no céu não houve mais lugar para eles.
9. Esse grande Dragão é a antiga Serpente, é o chamado Diabo ou Satanás. É aquele que seduz todos os abitantes da terra. O Dragão foi expulso para a terra, e os Anjos do Dragão foram expulsos com ele.
10. Ouvi, então, uma voz forte no céu, proclamando: "Agora realizou-se a salvação, o poder e a realeza do nosso Deus e a autoridade do seu Cristo. Porque foi expulso o acusador dos nossos irmãos, aquele que os acusava dia e noite diante do nosso Deus.
11. Eles, porém, venceram o Dragão pelo sangue do Cordeiro e pela palavra do testemunho que deram, pois diante da morte desprezaram a própria vida.
12. Por isso, faça festa, ó céu. Alegrem-se os que aí vivem. Mas ai da terra e do mar, porque o Diabo desceu para o meio de vocês. Ele está cheio de grande furor, sabendo que lhe resta pouco tempo."(Ap 12)
Arcanjo Rafael:14. Da mesma forma, fui mandado para curar você e sua nora Sara.
15. Eu sou Rafael, um dos sete anjos que estão sempre prontos para entrar na presença do Senhor glorioso".
16. Os dois ficaram assustados e caíram com o rosto por terra, cheios de medo.
17. Rafael, porém, lhes disse: "Não tenham medo! Que a paz esteja com vocês! Bendigam a Deus para sempre.
18. Se eu estive com vocês, não foi por vontade minha, mas de Deus. É a ele que vocês devem sempre bendizer e cantar hinos.
19. Vocês pensavam que eu comia, mas era só aparência.
20. Agora, bendigam ao Senhor na terra, e agradeçam a Deus. Volto para aquele que me enviou. Escrevam tudo o que lhes aconteceu". E o anjo desapareceu.
21. Quando se levantaram, não o puderam ver mais.
22. Então louvaram a Deus e entoaram hinos, agradecendo-lhe as maravilhas que ele tinha realizado, porque o anjo de Deus tinha aparecido a eles.(Tb 12)
ARCANJO GABRIEL:26. No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia chamada Nazaré.
27. Foi a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José, que era descendente de Davi. E o nome da virgem era Maria.
28. O anjo entrou onde ela estava, e disse: "Alegre-se, cheia de graça! O Senhor está com você!"
29. Ouvindo isso, Maria ficou preocupada, e perguntava a si mesma o que a saudação queria dizer.
30. O anjo disse: "Não tenha medo, Maria, porque você encontrou graça diante de Deus.
31. Eis que você vai ficar grávida, terá um filho, e dará a ele o nome de Jesus.
32. Ele será grande, e será chamado Filho do Altíssimo. E o Senhor dará a ele o trono de seu pai Davi,
33. e ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó. E o seu reino não terá fim."
34. Maria perguntou ao anjo: "Como vai acontecer isso, se não vivo com nenhum homem?"
35. O anjo respondeu: "O Espírito Santo virá sobre você, e o poder do Altíssimo a cobrirá com sua sombra. por isso, o Santo que vai nascer de você será chamado Filho de Deus.
36. Olhe a sua parenta Isabel: apesar da sua velhice, ela concebeu um filho. Aquela que era considerada estéril, já faz seis meses que está grávida.
37. Para Deus nada é impossível."
38. Maria disse: "Eis a escrava do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra." E o anjo a deixou.(Lc 1)Sendo assim,vamos cada vez ,mais nós abrirmos para a ação do espírito santo,de Deus,que recebemos no batismo,para compriedermos sempre,tudo aquilo que nos é revelado na palavra de Deus,é com isto apredermos também com ela.Vejamos agora o que pedir ao anjos:Serafins - Que nos abrasem no amor a Deus, inflamem nosso coração no carinho a Maria. Que só nos entreguemos, louvemos e sirvamos a Deus. 

Querubins - Que nos ajudem nas tentações, contra a fé, pureza e escrúpulos. 

Tronos - Que esclareçam e iluminem os governantes, bispos e responsáveis por comunidades religiosas e civis. 

Dominações - Que esclareçam os hereges, ateus, incrédulos e católicos pouco fervorosos (àqueles por cuja conversão estamos pedindo). Também pêlos que se empenham em difundir o reino de Deus. 

Virtudes - Que melhorem nossa vida espiritual, dando-nos coragem e força para cumprirmos as boas resoluções, (façamos-lhes a entrega de nossa oração pessoal). 

Potestades - Que removam os obstáculos que possam impedir a execução dos desígnios de Deus, desfazendo as armadilhas e ciladas do inimigo. Também que inspirem os sacerdotes a se santificarem. 

Principados -Que defendam e protejam nosso país, cidade, Igreja. Que ajam como instrumentos de Deus na realização de milagres. 

Arcanjo Miguel - Que combata por nós o inimigo e o precipite do inferno, desfazendo toda a mentira e ilusão da qual se serve. Que aumente em nós o amor a santa missa e sagrada Eucaristia. 

Arcanjo Gabriel – Que aumente em nós o amor a Mana e lhe apresente nossos pedidos.

Arcanjo Rafael -Que nos defenda das potências do mal, das doenças e nos acompanhe nas viagens. Que seja nosso consolo nas dificuldades e nos fortaleça no desânimo e depressão. Também que ilumine os padres confessores e orientadores espirituais. 

Anjos da guarda - Que nos guardem, governem e iluminem. Que nos inspirem, suscitando-nos boas idéias e propostas.
Eis ai,um pouco do que no decorrer,de minha caminhada tenho observado,sobre os anjos,Finalizo esta partilha,com duas considerações finais,uma do catecismo,é outra da palavra de Deus.
  1. Guardas dos homens
  2. § 336Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção e por sua intercessão. "Cada fiel é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida." Ainda aqui na terra, a vida cristã participa na fé da sociedade bem-aventurada dos anjos e dos homens, unidos em Deus.
30. Cornélio então respondeu: "Há quatro dias, nesta mesma hora, eu estava em casa recitando a oração das três horas da tarde, quando se apresentou diante de mim um homem com vestes resplandecentes
31. e me disse: 'Cornélio, sua oração foi ouvida e suas esmolas foram lembradas diante de Deus.
32. Por isso, mande procurar em Jope certo Simão, chamado Pedro. Ele está hospedado na casa do curtidor Simão, à beira-mar!'
33. Imediatamente mandei chamá-lo, e foi bom você vir. Agora, portanto, estamos todos aqui, na presença de At 10)
Deus, prontos para ouvir o que o Senhor o encarregou de nos dizer."(
.1. Perseverem no amor fraterno.
2. Não se esqueçam da hospitalidade, pois algumas pessoas, graças a ela, sem saber acolheram anjos.(Hb 13)


2. Não se esqueçam da hospitalidade, pois algumas pessoas, graças a ela, sem saber acolheram anjos.9 

terça-feira, 10 de setembro de 2013

EXALTEMOS,A CRUZ, DE CRISTO JESUS

A Igreja,no dia 14de Setembro,celebra a exaltação da Santa Cruz.Diante desta realidade como eu é você,têm refletido sobre a Cruz de Cristo Jesus,como esta nosso olhar,para ela,o que no seu coração,vêm ao comtenplar,a Santa Cruz.Ou devido a novidade que a cada momento o mundo oferece,temos tirado nosso olhar,para a Cruz,onde ali,como gosto de dizer,foi o Amor do Pai,na pessoa do filho,mostrando,o Amor para com seus filhos(a).Muitos hoje não contempla mais a Cruz de Cristo Jesus,outros até a jogarão fora,é me pergunto por que,São João nos lembra:14. Assim como Moisés levantou a serpente no deserto, do mesmo modo é preciso que o Filho do Homem seja levantado.
15. Assim, todo aquele que nele acreditar, nele terá a vida eterna."
16. "Pois Deus amou de tal forma o mundo, que entregou o seu Filho único, para que todo o que nele acredita não morra, mas tenha a vida eterna.(Jo 3).
Sacrifício da cruz e sua aceitação
§561 "Toda a vida de Cristo foi um contínuo ensinamento: seus silêncios, seus milagres, seus gestos, sua oração, seu amor ao homem, sua predileção pelos pequenos e pelos pobres, a aceitação do sacrifício total na Cruz pela redenção do mundo, Sua Ressurreição constituem a atuação de sua palavra e o cumprimento da Revelação.(CIC) Sabemos que na cruz,Jesus Cristo,cumpri sua missão,é importante lembrarmos,que quando temos,uma festa,ou outras atividades,de recriação,no mundo moderno de hoje,os recurso para si fazer diversos registro são eumeros,é com isto,deixamos registrados,os momentos marcantes,é até os engrasando,pois bem,trago esta comparação,para lembrar aos irmãos(a),que na cruz si encontra,a lembrança da vitória de Cristo,é seu Amor por nos,desprezar a Cruz,é desprezar o próprio Cristo Jesus,São Paulo já havia previsto isto,quando ele lembra,a comunidade do Filipenses,é hoje esta exortação chega até a nos também,vejamos:18. Uma coisa eu já disse muitas vezes, e agora repito com lágrimas: há muitos que são inimigos da cruz de Cristo.
19. O fim deles é a perdição; o deus deles é o ventre, sua glória está no que é vergonhoso, e seus pensamentos em coisas da terra.(Fl 3)
Responsabilidade da pena da cruz
§598 No magistério de sua fé e no testemunho de seus santos a Igreja nunca esqueceu que "foram os pecadores como tais os autores e como que os instrumentos de todos os sofrimentos por que passou o Divino Redentor". Levando em conta que nossos pecados atingem o próprio Cristo, a Igreja não hesita em imputar aos cristãos a responsabilidade mais grave no suplício de Jesus, responsabilidade que com excessiva freqüência estes debitaram quase exclusivamente aos judeus.
Devemos considerar como culpados desta falta horrível os que continuam a reincidir em pecados. Já que são os nossos crimes que arrastaram Nosso Senhor Jesus Cristo ao suplício da cruz, com certeza os que mergulham nas desordens e no mal "de sua parte crucificam de novo o Filho de Deus e o expõem as injúrias" (Hb 6,6). E é imperioso reconhecer que nosso próprio crime, neste caso é maior do que o dos judeus. Pois estes, como testemunha o Apóstolo, "se tivessem conhecido o Rei da glória, nunca o teriam crucificado" (1Cor 2,8). Nós, porém, fazemos profissão de conhecê-lo. E, quando o negamos por nossos atos, de certo modo levantamos contra Ele nossas mãos homicidas. Os demônios, então, não foram eles que o crucificaram; és tu que com eles o crucificaste e continuas a crucificá-lo, deleitando-te nos vícios e. nos pecados.(CIC) Sendo assim,queridos irmãos(a),devemos,ainda agora contemplar,a Cruz de Cristo Jesus,pois bem sabemos,que quando olhamos pra ela,nossas forças volta,pois é isto que Deus Pai,quer nós dizer com a entrega de seu,filho por nos.
Reino de Deus estabelecido pela cruz de Cristo
§550 O advento do Reino de Deus é a derrota do reino de Satanás: "Se é pelo Espírito de Deus que eu expulso os demônios, então o Reino de Deus já chegou a vós" (Mt 12,28). Os exorcismos de Jesus libertam homens do domínio dos demônios. Antecipam a grande vitória de Jesus sobre "o príncipe deste mundo". E pela Cruz de Cristo que o Reino de Deus ser definitivamente estabelecido: "Regnavit a ligno Deus - Deus reinou do alto do madeiro".(CIC) Finalizo esta partilha,com uma exortação da palavra de Deus que diz:18. Pois a linguagem da cruz é loucura para aqueles que se perdem. Mas, para aqueles que se salvam, para nós, é poder de Deus.
23. nós, porém, anunciamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos.
24. Mas, para aqueles que são chamados, tanto judeus como gregos, ele é o Messias, poder de Deus e sabedoria de Deus.
25. A loucura de Deus é mais sábia do que os homens e a fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.(ICor 1) Pesamos o auxilio do Espírito Santo,para que possamos,a parti de agora,olharmos com os olhos da Fé,a Jesus Cristo,crucificado,assim seja Amém.

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

BÍBLIA SAGRADA.

Temos uma canção,que diz:A BÍBLIA É A PALAVRA DE DEUS,SEMEADA NO MEIO DO POVO,QUE CRESCEU,CRESCEU E NOS TRANSFORMOU,ENSINADO-NOS VIVER UM MUNDO NOVO.Partindo desta canção,como de fato,esta nossa intimidade com,a palavra de Deus.Estamos sendo conduzido por ela,ou apenas ouvimos,simples mente.
No catecismo encontramos:
S.9.7 Deus autor da Sagrada Escritura
§105 Deus é o autor da Sagrada Escritura. "As coisas divinamente reveladas, que se encerram por escrito e se manifestam na Sagrada Escritura, foram consignadas sob inspiração do Espírito Santo"
"A santa Mãe Igreja, segundo a fé apostólica, tem como sagrados e canônicos os livros completos tanto do Antigo como do Novo Testamento, com todas as suas partes, porque, escritos sob a inspiração do Espírito Santo, eles têm Deus como autor e nesta sua qualidade foram confiados à própria Igreja."
§136 Deus e o autor da Sagrada Escritura inspirar seus autores humanos; age neles e por meio dele. Fornece assim a garantia de que seus escritos ensinem sem erro a verdade salvífica.
S.9.3 Cânon das Escrituras
§120 Foi a Tradição apostólica que fez a Igreja discernir que escritos deviam ser enumerados lista dos Livros Sagrados". Esta lista completa é denominada "Cânon" das Escrituras. Ela comporta 46 (45, se contarmos Jr e Lm juntos) escritos para o Antigo Testamento e 27 para o Novo Testamento.
Gênesis, Êxodo, Levítico, Números, Deuteronômio, Josué, Juizes, Rute, os dois livros de Samuel, os dois livros dos Reis, os dois livros das Crônicas, Esdras e Neemias, Tobias, Judite, Ester, os dois livros dos Macabeus, Jó, os Salmos, os Provérbios, o Eclesiastes (ou Coélet), o Cântico dos Cânticos, a Sabedoria, o Eclesiástico (ou Sirácida), Isaías, Jeremias, as Lamentações, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias, para o Antigo Testamento; os Evangelhos de Mateus, de Marcos, de Lucas e de João, os Atos dos Apóstolos, as Epístolas de São Paulo aos Romanos, a primeira e a segunda aos Coríntios, aos Gálatas, aos Efésios, aos Filipenses, aos Colossenses, a primeira e a segunda aos Tessalonicenses, a primeira e a segunda a Timóteo, a Tito, a Filêmon, a Epístola aos Hebreus, a Epístola de Tiago, a primeira e a segunda de Pedro, as três Epístolas de João, a Epístola de Judas e o Apocalipse, para o Novo Testamento.
§138 A Igreja recebe e venera como inspirados os 46 livros do Antigo e os 27 livros do Novo Testamento.
2. Como crianças recém-nascidas, desejem o leite puro da Palavra, a fim de que vocês, com esse leite, cresçam para a salvação,
3. pois já provaram que o Senhor é bom.(IPd 2)
Esta exortação de São Pedro,deve soar em nosso ouvido,é vir,para o nosso coração,pois ante então,sabemos humanamente,como é necessário,a criança,beber o leite materno,dado por sua Mãe,quando criança,esta comparação feita por São Pedro,nos faz observar,a inportancia da palavra de Deus em nossa vida,dentro desta temática São Paulo também,exorta:15. Desde a infância você conhece as Sagradas Escrituras; elas têm o poder de lhe comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Jesus Cristo.
16. Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para refutar, para corrigir, para educar na justiça,
17. a fim de que o homem de Deus seja perfeito, preparado para toda boa obra.(IITm 3)
São João também,nos lembra:1. No começo a Palavra já existia: a Palavra estava voltada para Deus, e a Palavra era Deus.
2. No começo ela estava voltada para Deus.
3. Tudo foi feito por meio dela, e, de tudo o que existe, nada foi feito sem ela.
4. Nela estava a vida, e a vida era a luz dos homens.
5. Essa luz brilha nas trevas, e as trevas não conseguiram apagá-la.(Jo 1)
S.9.10 Importância da Sagrada Escritura na liturgia
§1096 Liturgia judaica e liturgia cristã. Um conhecimento mais aprimorado da fé e da vida religiosa do povo judaico, tais como são professadas e vividas ainda hoje, pode ajudar a compreender melhor certos aspectos da liturgia cristã. Para os judeus e para os cristãos, a Sagrada Escritura é uma parte essencial de suas liturgias: para a proclamação da Palavra de Deus, a resposta a esta palavra, a oração de louvor e de intercessão pelos vivos e pelos mortos, o recurso à misericórdia divina. A Liturgia da palavra, em sua estrutura própria, tem sua origem na oração judaica. A Oração das horas, bem como outros textos e formulários litúrgicos, tem seus paralelos na oração judaica, o mesmo acontecendo com as próprias fórmulas de nossas orações mais veneráveis, entre elas o Pai-Nosso. Também as orações eucarísticas inspiram-se em modelos da tradição judaica. As relações entre liturgia judaica e liturgia cristã mas também a diferença de seus conteúdos são particularmente visíveis nas grandes festas do ano litúrgico, como a Páscoa. Cristãos e judeus celebram a Páscoa; Páscoa da história, orientada para o futuro, entre os judeus; Páscoa realizada na morte e na Ressurreição de Cristo, entre os cristãos, ainda que sempre à espera da consumação definitiva.
§1100 A Palavra de Deus. O Espírito Santo recorda primeiro à assembléia litúrgica o sentido do evento da salvação, dando vida à Palavra de Deus, que é anunciada para ser recebida e vivida: Na celebração da liturgia é máxima a importância da Sagrada Escritura, pois dela são tirados os textos que se lêem e que são explicados na homília e os salmos cantados. E de sua inspiração e bafejo que surgiram as preces, as orações e os hinos litúrgicos. E é dela também que as ações e os símbolos tiram sua significação.(CIC)Diante desta realidades,apresentadas,nosso coração já deve estar,com desejo,de estarmos,mais em contato com a palavrara de Deus,eu,você,nos não devemos somente,ficar como ouvintes da palavra,precisamos,vive-la,é contempla-la,também,eu,quero senhor,pela graça do Espírito Santo,observar melhor sua santa palavra,para ser aquilo,que Deus quer.Pois mais uma vez,a palavra vêm,ao nosso socorro;19. Por isso, acreditamos com mais firmeza na palavra dos profetas. E vocês fazem bem considerando-a COMO luz que brilha em lugar escuro, até que raie o dia quando a estrela da manhã brilhar em seus corações.
20. Antes de mais nada, saibam disto: nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação particular,
21. pois a profecia jamais veio por vontade humana. Pelo contrário, impelidos pelo Espírito Santo, os homens falaram como porta-vozes de Deus.(IIPd 1)
S.9.15 Sagrada Escritura e Tradição
§78 Esta transmissão viva, realizada no Espírito Santo, é chamada de Tradição enquanto distinta da Sagrada Escritura, embora intimamente ligada a ela. Por meio da Tradição, "a Igreja, em sua doutrina, vida e culto, perpetua e transmite a todas as gerações tudo o que ela é, tudo o que crê". "O ensinamento dos Santos Padres testemunha a presença vivificante desta Tradição, cujas riquezas se transfundem na praxe e na vida da Igreja crente e orante."
§80 "Elas estão entre si estreitamente unidas e comunicantes. Pois, promanando ambas da mesma fonte divina, formam de certo modo um só todo e tendem para o mesmo fim." Tanto uma como outra tornam presente e fecundo na Igreja o mistério de Cristo, que prometeu permanecer com os seus "todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mt 28,20).
§81 "A Sagrada Escritura é a Palavra de Deus enquanto redigida sob a moção do Espírito Santo".
Quanto à Sagrada Tradição, ela "transmite integralmente aos sucessores dos apóstolos a Palavra de Deus confiada por Cristo Senhor e pelo Espírito Santo aos apóstolos para que, sob a luz do Espírito de verdade, eles, por sua pregação, fielmente a conservem, exponham e difundam".
§82 Dai resulta que a Igreja, à qual estão confiadas a transmissão e a interpretação da Revelação, "não deriva a sua certeza a respeito de tudo o que foi revelado somente da Sagrada Escritura. Por isso, ambas devem ser aceitas e veneradas com igual sentimento de piedade e reverência"
§83 A Tradição da qual aqui falamos é a que vem dos apóstolos e transmite o que estes receberam do ensinamento e do exemplo de Jesus e o que receberam por meio do Espírito Santo Com efeito, a primeira geração de cristãos ainda não dispunha de um Novo Testamento escrito, e o próprio Novo Testamento atesta o processo da Tradição viva.
Dela é preciso distinguir as "tradições" teológicas, disciplinares, litúrgicas ou devocionais surgidas ao longo do tempo nas Igrejas locais. Constituem elas formas particulares sob as quais a grande Tradição recebe expressões adaptadas aos diversos lugares e às diversas épocas. É à luz da grande Tradição que estas podem ser mantidas, modificadas ou mesmo abandonadas, sob a guia do Magistério da Igreja.
§95 "Fica, portanto, claro que segundo o sapientíssimo plano divino, a Sagrada Tradição, a Sagrada Escritura e o Magistério da Igreja estão de tal modo entrelaçados e unidos que um não tem consistência sem os outros, e que juntos, cada qual a seu modo, sob a ação do mesmo Espírito Santo, contribuem eficazmente para a salvação das almas."
§97 "A Sagrada Tradição e a Sagrada Escritura constituem um só sagrado depósito da Palavra de Deus", no qual, como em um espelho, a Igreja peregrinante contempla a Deus, fonte de todas as suas riquezas.
S.9.16 Sagrada Escritura na vida da Igreja
§131 "É tão grande o poder e a eficácia encerrados na Palavra de Deus, que ela constitui sustentáculo e vigor para a Igreja, e, para seus filhos, firmeza da fé, alimento da alma, pura e perene fonte da vida espiritual." "É preciso que o acesso à Sagrada Escritura seja amplamente aberto aos fiéis."
§132 "Que o estudo das Sagradas Páginas seja, portanto, como que a alma da Sagrada Teologia. Da mesma palavra da Sagrada Escritura também se nutre salutarmente e santamente floresce o ministério da palavra, a saber, a pregação pastoral, a catequese e toda a instrução cristã, na qual deve ocupar lugar de destaque a homilia litúrgica."
S.9.17 Sagrada Escritura alimento da vida cristã
§141 "A Igreja sempre venerou as divinas Escrituras da mesma forma como o próprio Corpo do Senhor": ambos alimentam e dirigem toda a vida cristã. "Tua Palavra é a lâmpada para meus pés, e luz para meu caminho" (Sl 119,105).(CIC) Terminando esta reflexão,deixo,mais uma consideração,sobre a Bíblia,O QUE É A BÍBLIA;A Bíblia é um conjunto de livros escritos durante vários séculos.Ao pé da letra,a palavra Bíblia significa"livrinhos",pois é o plural da palavra grega biblion("livrinho").Quem primeiro usou a palavra "Bíblia" para se referir às Sagradas Escritura foi João Crisóstomo,no quarto século depois de Cristo.
A DEI VERBUM,EXORTA:Leitura da Sagrada Escritura
25. É necessário, por isso, que todos os clérigos e sobretudo os sacerdotes de Cristo e outros que, como os diáconos e os catequistas, se consagram legìtimamente ao ministério da palavra, mantenham um contacto íntimo com as Escrituras, mediante a leitura assídua e o estudo aturado, a fim de que nenhum deles se torne «pregador vão e superficial da palavra de Deus. por não a ouvir de dentro» (4), tendo, como têm, a obrigação de comunicar aos fiéis que lhes estão confiados as grandíssimas riquezas da palavra divina, sobretudo na sagrada Liturgia. Do mesmo modo, o sagrado Concílio exorta com ardor e insistência todos os fiéis, mormente os religiosos, a que aprendam «a sublime ciência de Jesus Cristo» (Fil. 3,8) com a leitura frequente das divinas Escrituras, porque «a ignorância das Escrituras é ignorância de Cristo» (5). Debrucem-se, pois, gostosamente sobre o texto sagrado, quer através da sagrada Liturgia, rica de palavras divinas, quer pela leitura espiritual, quer por outros meios que se vão espalhando tão louvàvelmente por toda a parte, com a aprovação e estímulo dos pastores da Igreja. Lembrem-se, porém, que a leitura da Sagrada Escritura deve ser acompanhada de oração para que seja possível o diálogo entre Deus e o homem; porque «a Ele falamos, quando rezamos, a Ele ouvimos, quando lemos os divinos oráculos» (6).
Compete aos sagrados pastores «depositários da doutrina apostólica» (7), ensinar oportunamente os fiéis que lhes foram confiados no uso recto dos livros divinos, de modo particular do Novo Testamento, e sobretudo dos Evangelhos. E isto por meio de traduções dos textos sagrados, que devem ser acompanhadas das explicações necessárias e verdadeiramente suficientes, para que os filhos da Igreja se familiarizem dum modo seguro e. útil com a Sagrada Escritura, e se penetrem do seu espírito.
Além disso, façam-se edições da Sagrada Escritura, munidas das convenientes anotações, para uso também dos não cristãos, e adaptadas às suas condições; e tanto os pastores de almas como os cristãos de qualquer estado procuram difundi-las com zelo e prudência.
Influência e importância da renovação escriturística
 26. Deste modo, pois, com a leitura e estudo dos livros sagrados, «a palavra de Deus se difunda e resplandeça (2 Tess. 3,1), e o tesouro da revelação confiado à Igreja encha cada vez mais os corações dos homens. Assim como a vida da Igreja cresce com a assídua frequência do mistério eucarístico, assim também é lícito esperar um novo impulso de vida espiritual, se fizermos crescer a veneração pela palavra de Deus, que «permanece para sempre» (Is. 40,8; cfr. l Pedr. 1, 23-25).Sendo assim que o Espírito santo,venha ao nosso auxilio,para colocarmos em pratica,tudo aquilo que a palavra de Deus,nos exorta,pois bem sabemos que ela,CURA,SALVA E LIBERTA.Assim também,como Maria Santissíma,Nossa Mãe é da Igreja,trouxe em seu ventre,o verbo encarnado,possamos também,trazer,em nossa mente,é nosso coração,a palavra de Deus,como mais uma vez,deixemos,soar em nossos ouvido,a exortação de São Pedro:
2.
Como crianças recém-nascidas, desejem o leite puro da Palavra, a fim de que vocês, com esse leite, cresçam para a salvação,
3.pois já provaram que o Senhor é bom.(IPd 2)

quinta-feira, 4 de abril de 2013

PÃO NOSSO! DE CADA DIA



Deus seja louvado pelo dom,de nossas vidas,Amém.Mais uma vez venho ao meu coração o desejo,de partilhar com os irmãos é irmãs,aquilo que o senhor,através do Espírito Santo,coloca no meu coração,mediante a esta moção,iremos trazer tal reflexão,sobre a partilha,que é,o PÃO NOSSO.Muita das vezes,estamos sempre querendo mais,é ao depararmos com a palavra de Deus,ela nuns da o necessário,mais o que é o necessário,para cada um de nós.necessário 

adj.
1. Que é de necessidade.

2. Que não pode deixar de ser ou de se fazer.
3. Que é preciso; de que não se pode abdicar. =ESSENCIAL, IMPRESCINDÍVEL
4. Subsistente por si mesmo. ≠ CONTINGENTE
s. m.
5. Aquilo de que não se pode prescindir; o que não pode deixar de ser ou de se fazer.

Jesus na oração,lembra-nos,O PÃO NOSSO DE CADA DIA.
Pois bem, será que temos esta,consciência de termos verdadeiramente,esta realidade no dia dia.No catecismo da Igreja nos diz:
§ 2830"O pão nosso." O Pai, que nos dá a vida, não pode deixar de nos dar o alimento necessário à vida, todos os bens "úteis", materiais e espirituais. No Sermão da Montanha, Jesus insiste nesta confiança filial que coopera com a Providência de nosso Pai. Não nos exorta a nenhuma passividade, mas quer libertar-nos de toda inquietação e de toda preocupação. É esse o abandono filial dos filhos de Deus:
Aos que procuram o Reino e a justiça de Deus, ele promete dar tudo por acréscimo. Com efeito, tudo pertence a Deus: a quem possui Deus, nada lhe falta, se ele próprio não falta a Deus.
§ 2861No quarto pedido, ao dizer "Dai-nos", exprimimos, em comunhão com nossos irmãos, nossa confiança filial em nosso Pai do céu. "Pão Nosso" designa o alimento terrestre necessário à subsistência de todos nós e significa também o Pão de Vida:
Palavra de Deus e Corpo de Cristo. É recebido no "Hoje" de Deus como o alimento indispensável, (super) essencial do Banquete do Reino que a Eucaristia antecipa.
Si pararmos para pensar,sobre o dia dia nosso,veja que o nosso Deus é tão providente,que ele nos concede,não somente o PÃO DE CADA DIA,mais durante 30 dias do Mês.Certo?certo sim,vejamos sobre a ótica do Espírito Santo,quando temos a consciência,que o trabalho que temos vêm dele,que ele concede força,para o dia dia,nosso olhar é diferente de outras pessoas,vamos agora trazer a realidade do PÃO NOSSO DE CADA DIA.Quando recebemos nosso pagamento,fruto do nosso trabalho,e vamos para um supermercado,a compra qui fazemos é para quantos dias(...)Si questionou,meus irmãos e irmãs,são fatos como estes que precisamos,estarmos atento para observarmos,a manifestação de Deus Pai,em nossas vidas,olhando desta forma podemos ver,que o nosso Deus,e um Deus de abundancia,e a palavra abundancia,quer nos dizer o que,qual seu significado.abundância 
(latim abundantia, -ae

s. f.

1. Quantidade maior que a precisa.
[Figurado]  Riqueza,fartura
Sendo assim,peçamos ao Espírito Santo de Deus,que cada um de nos recebemos no batismo,para que olhemos sobre sua ótica,e possamos a parti de agora,prestar mais atenção,na providencia divina em nossas vidas.São paulo em determinado momento,nos lembra como Deus agi:
10. Foi grande a minha alegria no Senhor, porque finalmente vi florescer de novo o interesse de vocês por mim. Na verdade, vocês já tinham esse interesse antes, mas faltava oportunidade para demonstrá-lo.

11. Não digo isso por estar passando necessidade, pois aprendi a arranjar-me em qualquer situação.
12. Aprendi a viver na necessidade e aprendi a viver na abundância; estou acostumado a toda e qualquer situação: viver saciado e passar fome, ter abundância e passar necessidade.
13. Tudo posso naquele que me fortalece.(Fl 4)18. Dêem graças em todas as circunstâncias, porque esta é a vontade de Deus a respeito de vocês em Jesus Cristo.(ITes 5)Finalizo esta partilha com vocês,trazendo o sonho de Deus,para a humanidade,onde os primeiros Cristãos,começarão a viver,esta verdade,deixando para nos também,este legado,porém muitos corações,ainda desconhece este desejo de Deus,ouçamos não somente com o ouvido,mais ainda mais com o coração:32. A multidão dos fiéis era um só coração e uma só alma. Ninguém considerava propriedade particular as coisas que possuía, mas tudo era posto em comum entre eles.
33. Com grande poder, os apóstolos davam testemunho da ressurreição do Senhor Jesus. E todos eles gozavam de grande aceitação.
34. Entre eles ninguém passava necessidade, pois aqueles que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro
35. e o colocavam aos pés dos apóstolos; depois, ele era distribuído a cada um conforme a sua necessidade.(At 4)Fica um alerta:17. Se alguém possui os bens deste mundo e, vendo o seu irmão em necessidade, fecha-lhe o coração, como pode o amor de Deus permanecer nele?(IJo 3) 

domingo, 31 de março de 2013

OS ANJOS



ANJO.Sentido literal:mensageiro.Criatura celestial a serviço de Deus.Muitas vezes maneira reverencial de falar(da obra ou intervenção)de Deus mesmo:17. E Manué perguntou: "Qual é o seu nome, para que possamos agradecer a você, quando suas palavras se realizarem?"
18. O anjo de Javé retrucou: "Por que você está querendo saber o meu nome? Ele é misterioso".
19. Então Manué pegou o cabrito com a oferta, e ofereceu-o sobre a rocha em holocausto a Javé, que realiza coisas misteriosas. Manué e sua mulher ficaram observando.
20. Quando a chama do altar subiu para o céu, o anjo de Javé também subiu na chama. Vendo isso, Manué e sua mulher caíram com o rosto no chão.
21. O anjo de Javé não apareceu mais, nem para Manué nem para a sua mulher. Então Manué entendeu que era o anjo de Javé.
22. Ele disse à sua mulher: "Certamente morreremos, porque vimos a Deus".(Jz 13).De modo análogo mencionam-se anjos de "satanás:7. Para que eu não me inchasse de soberba por causa dessas revelações extraordinárias, foi me dado um ESPINHO NA CARNE, um anjo de Satanás para me espancar, a fim de que eu não me encha de soberba.(IICor 12)Os anjos,como intermediários entre Deus e o ser humano,concebidos inicialmente de maneira bastante simples,depois do exilio babilônico tornam-se objeto de especulação nem sempre proveitoso à fé.Geralmente aparecem como porta-vozes,mensageiros de Deus,algumas vezes em funções de castigo:16. O anjo estava já com a mão estendida sobre Jerusalém para destruí-la, quando Javé se arrependeu desse mal, e disse ao anjo que estava exterminando o povo: "Chega! Agora retire a mão". O anjo de Javé estava junto à eira de Areúna, o jebuseu.
17. Vendo o anjo que exterminava o povo, Davi disse a Javé: "Fui eu que pequei. Eu sou o culpado. Que fizeram estas ovelhas? Que a tua mão caia sobre mim e sobre minha família".(IISm 24)
Pois bem! poderíamos retratar diversos,relatos sobre os anjos,encontrada na Sagrada Escritura aqui,mais porem, nossa partilha é fazer com que você é eu,possa lembrar,que os anjos ainda hoje agem  na história,ao nos depara com a palavra de Deus,lá em Hebreus somos exortados:1. Perseverem no amor fraterno.
2. Não se esqueçam da hospitalidade, pois algumas pessoas, graças a ela, sem saber acolheram anjos.
Mediante a esta palavra,algum em nosso coração e em nossa mente,começa a fazer com que,percebemos como que necessitamos,de um olhar novo,em relação as pessoas que estão ao nosso redor.No decorrer de nossa caminhada,muitos de nos somos orientados pelos nossos Pais,a rezar pelo nosso anjo da guarda,na medida que vamos crescendo,é com o passar dos tempos,nos nuns esquecemos deles,porém eles estão sempre conosco.
O Catecismo nos lembra:
§ 336Desde o início até a morte, a vida humana é cercada por sua proteção e por sua intercessão. "Cada fiel é ladeado por um anjo como protetor e pastor para conduzi-lo à vida." Ainda aqui na terra, a vida cristã participa na fé da sociedade bem-aventurada dos anjos e dos homens, unidos em Deus.
§ 334Do mesmo modo, a vida da Igreja se beneficia da ajuda misteriosa e poderosa dos anjos.
§ 335Em sua Liturgia, a Igreja se associa aos anjos para adora o Deus três vezes Santo; ela invoca a sua assistência (assim em In Paradisum deducant te Angeli... - Para o Paraíso te levem os anjos, da Liturgia dos defuntos, ou ainda no "hino querubínico" da Liturgia bizantina). Além disso, festeja mais particularmente a memória de certos anjos (São Miguel, São Gabriel, São Rafael, os anjos da guarda).

Sendo assim,elevemos nossas prece,com auxilio de Maria Santíssima nossa Mãe é da Igreja:


Augusta Rainha do Céu e altíssima soberana dos Anjos, vós que desde os primórdios recebestes de Deus o poder e a missão de esmagar a cabeça de Satanás, humildemente vos rogamos, enviai vossas santas legiões de Anjos, a fim de que à Vossa Ordem e pelo vosso poder persigam os espíritos infernais e em toda a parte os combatam, confundindo-os em sua arrogância e arrojando-os para o abismo.
Quem é como Deus?
Santos Anjos e Arcanjos, defendei-nos e guardai-nos.
Ó Maria, Rainha dos Anjos, mandai a São Miguel defender-nos em todas as ocasiões de perigo da alma e do corpo.

Origem desta oração, segundo certa tradição:
Numa visão, Nossa Senhora mostrou a uma pessoa os demônios que espalhados pela terra causavam grandes desgraças. Ao mesmo tempo, a Virgem lhe disse que com efeito os demônios andavam soltos pelo mundo e que havia chegado a hora de invocá-la como Rainha dos Anjos e de lhe pedir que enviasse as legiões santas para combater e destruir as potências das trevas. Minha Mãe, perguntou essa pessoa, vós não podeis mandá-las sem que precisemos pedir? Não, disse a Virgem, a oração é uma condição imposta por Deus para se obter a graça.
E assim lhe foi ensinada a oração “AUGUSTA RAINHA”.
O Papa S. Pio X, a 8 de junho de 1808, aprovou-a e a indulgenciou
Finalizo esta partilha,dizendo como de fato,necessitamos do auxilio dos anjos,em nossa caminhada,pois Jesus Cristo,nosso caminho verdade e vida,teve também o auxilio deles:
41. Então, afastou-se uns trinta metros e, de joelhos, começou a rezar:
42. "Pai, se queres, afasta de mim este cálice. Contudo, não se faça a minha vontade, mas a tua!"
43. Apareceu-lhe um anjo do céu, que o confortava.(Lc 22)



domingo, 17 de março de 2013

PELO NOME DE JESUS



Deus seja louvado, pelo dom de nossas vidas,Amém.
Expressando este louvor de agradecimento,inicio a partilha,com os irmãos e irmãs,em relação ao nome poderoso de Jesus Cristo,caminho verdade e vida.São paulo nos exorta:



9. Por isso, Deus o exaltou grandemente, e lhe deu o Nome que está acima de qualquer outro nome;
10. para que, ao nome de Jesus, se dobre todo joelho no céu, na terra e sob a terra;
11. e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.(Fl 2) 
Em Atos dos Apóstolos,exorta:6. Então Pedro disse: "Não tenho ouro nem prata, mas o que tenho eu lhe dou: em nome de Jesus Cristo, o Nazareu, levante-se e comece a andar!"
7. Depois Pedro pegou a mão direita do homem e o ajudou a se levantar. Na mesma hora, os pés e tornozelos do homem ficaram firmes.
8. Então ele deu um pulo, ficou de pé e começou a andar. E entrou no Templo junto com Pedro e João, andando, pulando e louvando a Deus.
9. O povo todo viu o homem andando e louvando a Deus.
Jesus também nos fala:12. Eu garanto a vocês: quem acredita em mim, fará as obras que eu faço, e fará maiores do que estas, porque eu vou para o Pai.
13. O que vocês pedirem em meu nome, eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho.
14. Se vocês pedirem qualquer coisa em meu nome, eu o farei."(Jo 14)

Mediante as estas exortações,podemos já nos questionarmos,com que confiança clamo o nome de Jesus,TENHO POR ABITO DIZER SEU NOME SIMPLESMENTE,OU DIGO COM CONVICÇÃO,NA UNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO.
No Catecismo da Igreja,encontramos:

§432 O nome de Jesus significa que o próprio nome de Deus está presente na pessoa de seu Filho feito homem para a redenção universal e definitiva dos pecados. E o único nome divino que traz a salvação e a partir de agora pode ser invocado por todos, pois se uniu a todos os homens pela Encarnação, de sorte que "não existe debaixo do céu outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos" (At 4,12).


Pois bem meus irmãos,devemos começar,a proclamar o nome de Jesus,com autoridade,para que através de seu nome,os milagres e prodígios,possa acontecer em nosso meio.Pois Jesus mais uma vez,fala a nos:
16. Não foram vocês que me escolheram, mas fui eu que escolhi vocês. Eu os destinei para ir e dar fruto, e para que o fruto de vocês permaneça. O Pai dará a vocês qualquer coisa que vocês pedirem em meu nome.
17. O que eu mando é isto: amem-se uns aos outros."
18. "Se o mundo odiar vocês, saibam que odiou primeiro a mim.
19. Se vocês fossem do mundo, o mundo amaria o que é dele. Mas o mundo odiará vocês, porque vocês não são do mundo, pois eu escolhi vocês e os tirei do mundo.
20. Lembrem-se do que eu disse: nenhum empregado é maior do que seu patrão. Se perseguiram a mim, vão perseguir vocês também; se guardaram a minha palavra, vão guardar também a palavra de vocês.
21. Farão isso a vocês por causa de meu nome, pois não reconhecem aquele que me enviou.
22. Se eu não tivesse vindo e não tivesse falado para eles, eles não seriam culpados de pecado. Mas agora eles não têm nenhuma desculpa do seu próprio pecado.
23. Quem me odeia, odeia também a meu Pai.
24. Se eu não tivesse feito no meio deles obras como nenhum outro fez, eles não seriam culpados de pecado. Mas eles viram o que eu fiz, e apesar disso odiaram a mim e a meu Pai.
25. Desse modo se realiza o que está escrito na Lei deles: 'Odiaram-me sem motivo'.
26. O Advogado, que eu mandarei para vocês de junto do Pai, é o Espírito da Verdade que procede do Pai. Quando ele vier, dará testemunho de mim.
27. Vocês também darão testemunho de mim, porque vocês estão comigo desde o começo."(Jo 15)
Assim peçamos,ao Espírito Santo que venha,ao nosso auxilio,para fazermos a vontade de Deus Pai,na pessoa de seu filho Jesus Cristo.Têm uma canção que diz:
Eis que é chegada a hora
Ainda aquele que se puser contra a ação do Espirito SantoQue toda a igreja seja umEm nome de jesus
O mar vai se abrir pelo nome,A igreja atravessar pelo nome,De pés enxutos vão estar pelo nome, pelo nome de Jesus.
As muralhas vão cair pelo nome,O inferno estremecer pelo nome, Todo mal vai sucumbir pelo nome, pelo nome de Jesus, pelo nome de Jesus.

Canta Igreja, uma nova canção(pelo nome)E recebe do Espirito uma Nova Unção(pelo nome) (2x
Lembremos também,as palavras de GAMALIEL:
34. Levantou-se, então, no Sinédrio, um fariseu chamado Gamaliel. Era doutor da Lei, e todo o povo o estimava. Gamaliel mandou que os acusados saíssem por um instante.
35. Depois disse: "Homens de Israel, vejam bem o que estão para fazer contra esses homens.
36. Algum tempo atrás apareceu Teudas, que se fazia passar por uma pessoa importante, e a ele se juntaram cerca de quatrocentos homens. Depois ele foi morto e todos os que o seguiam debandaram e nada mais restou.
37. Depois dele, no tempo do recenseamento, apareceu Judas, o galileu, que arrastou o povo atrás de si. Contudo, também ele acabou mal, e todos os seus seguidores se dispersaram.
38. Quanto ao que está acontecendo agora, dou-lhes um conselho: não se preocupem com esses homens, e os soltem. Porque, se o projeto ou atividade deles é de origem humana, será destruído;
39. mas, se vem de Deus, vocês não conseguirão aniquilá-los. Cuidado para não se meterem contra Deus!" Os participantes do Sinédrio aceitaram o parecer de Gamaliel.
40. Chamaram os apóstolos, mandaram açoitá-los, proibiram que eles falassem em nome de Jesus, e depois os soltaram.
41. Os apóstolos saíram do Conselho muito contentes por terem merecido sofrer insultos por causa do nome de Jesus.
42. E cada dia, no Templo e pelas casas, não paravam de ensinar e anunciar a Boa Notícia de Jesus Messias.(At 5)
O CATECISMO EXORTA
440   Jesus acolheu a profissão de fé de Pedro, que o reconhecia como o Messias anunciando a Paixão iminente do Filho do Homem.

Desvendou o conteúdo autêntico de sua realeza messiânica, seja na identidade transcendente do Filho do Homem "que desceu do Céu" (Jo  3,13) seja em sua missão redentora como Servo sofredor: "O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar sua vida em resgate pela multidão" (Mt 20,28). Por isso o verdadeiro sentido de sua realeza só se manifestou do alto da Cruz. É somente após sua Ressurreição que sua realeza messiânica poderá ser proclamada por Pedro diante do povo de Deus: "Que toda   casa de Israel saiba com certeza: Deus o constituiu Senhor  e Cristo, este Jesus que vós crucificastes" (At 2,36).
460   - O  Verbo se fez carne para tornar-nos "participantes da  natureza divina" (2Pd 1,4): "Pois esta é a razão pela qual o Verbo se fez homem, e o Filho de Deus, Filho do homem: é para que o homem, entrando em comunhão com o Verbo e recebendo, assim, a filiação divina, se torne filho de Deus".

Diante de tudo isso,termino com mais uma exortação,da palavra que cura,salva e liberta.


29. Agora, Senhor, olha as ameaças que fazem e concede que os teus servos anunciem corajosamente a tua palavra.
30. Estende a mão para que se realizem curas, sinais e prodígios por meio do nome do teu santo servo Jesus."
31. Quando terminaram a oração, estremeceu o lugar em que estavam reunidos. Todos, então, ficaram cheios do Espírito Santo e, com coragem, anunciavam a palavra de Deus.(At 4)



P

domingo, 24 de fevereiro de 2013

EIS O TEMPO DE CONVERSÃO;ASSIM INICIAMOS O PERÍODO QUARESMAL



Somos chamados,para olhar dentro de nós,é observarmos,o que de fato estamos fazendo para que esta exortação,aconteça em nossas vidas.Jesus convida à conversão,este apelo e parte essencial do anúncio do reino:"Cumpriu-se o tempo e o Reino  de Deus esta próximo.Arrependei-vos e crede no Evangelho."(Mc 1.15)
Momentos fortes de reflexão e mudança de vida,mais o que significa CONVERSÃO;sabemos que e uma mudança,no catecismo encontramos:
1433 Depois da Páscoa, o Espírito Santo "estabelecer a culpabilidade do mundo a respeito do pecado", a saber, que o mundo não acreditou naquele que o Pai enviou. Mas esse mesmo Espírito, que revela o pecado, é o Consolador que dá ao coração do homem a graça do arrependimento e da conversão.Em Romanos a palavra exorta:
26. Do mesmo modo, também o Espírito vem em auxílio da nossa fraqueza, pois nem sabemos o que convém pedir; mas o próprio Espírito intercede por nós com gemidos inefáveis.(Rm 8)
Sendo assim,precisamos nuns abrir,para esta graça do Espírito Santo,para que façamos deste tempo,um verdadeiro tempo de mudança de vida,de olhar para o Alto,buscarmos as coisas do alto,permitir que Deus Pai,aja em nossas vidas,assumirmos nossa condição de filhos e filhas,aprendendo do mestre Jesus,a sermos obediente em tudo aquilo que Deus coloca ao nosso coração.
O catecismo da Igreja Católica,nós salienta,os tempos e os dias de penitências ao longo do ano litúrgico;(o tempo da quaresma;cada sexta-feira em memória da morte do Senhor)são momentos fortes da pratica penitencial da Igreja.
E nesse tempos são particularmente,apropriados aos exercícios espirituais,às privações voluntárias como o jejum e a escola,a partilha fraterna.
Momentos de lembramos também,a caminhada do povo de Deus;rumo a terra prometida com juramentos a Abraão;Isaac e Jacó.Viajam pelo deserto,até o monte sinai;onde Deus escutou o clamor de seu povo que se encontrava no Egito.
A Igreja se une a cada ano,mediante os quarenta dias,da grande quaresma,ao mistério de Jesus no deserto.
Relembremos as palavras de Jesus para com Satanás.No momento da fome:A escritura diz:"Não só de pão vive o homem"(Lc 4;4)
Momentos do Poder:A escritura diz:"Você adorará o Senhor seu Deus,e somente a ele servirá"(Lc 4;8)
Momentos de Confirmação:"Não tente o Senhor teu Deus"(Lc 4;12)
Podemos Observa que Jesus confirma,tudo aquilo qual a Sagrada Escritura prevê.Que nós possamos também, buscar na palavra de Deus,a verdade e a confirmação que ele não,abandona seu povo.Pois a palavra vêm exortando:15. Desde a infância você conhece as Sagradas Escrituras; elas têm o poder de lhe comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Jesus Cristo.
16. Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para refutar, para corrigir, para educar na justiça,
17. a fim de que o homem de Deus seja perfeito, preparado para toda boa obra.(IITm 3)2. Como crianças recém-nascidas, desejem o leite puro da Palavra, a fim de que vocês, com esse leite, cresçam para a salvação,
3. pois já provaram que o Senhor é bom.
4. Aproximem-se do Senhor, a pedra viva rejeitada pelos homens, mas escolhida e preciosa aos olhos de Deus.(IPd 2)1. Se vocês foram ressuscitados com Cristo, procurem as coisas do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus.
2. Pensem nas coisas do alto, e não nas coisas da terra.
3. Vocês estão mortos, e a vida de vocês está escondida com Cristo em Deus.
4. Quando Cristo se manifestar, ele que é a nossa vida, então vocês também se manifestarão com ele na glória.
5. Façam morrer aquilo que em vocês pertence à terra: fornicação, impureza, paixão, desejos maus e a cobiça de possuir, que é uma idolatria.(Cl 3)2. Não se amoldem às estruturas deste mundo, mas transformem-se pela renovação da mente, a fim de distinguir qual é a vontade de Deus: o que é bom, o que é agradável a ele, o que é perfeito.(Rm 12)
Queridos irmãos e irmãs,mediante a esta exortação,da palavra que cura salva e liberta,pesamos ao Espírito Santo,que venha ao nosso auxilio,para que neste tempo favorável,possamos de fato,dizermos eis nos aqui senhor.Como Maria nossa Mãe e da Igreja,disse seu sim,a Deus Pai,si tornando a serva das servas,para que através de sua gratuidade,pudéssemos hoje, vivermos a certeza da vitória,em Cristo Jesus,no qual em seu ventre foi gerado,pelo poder do Espírito Santo,pois o Amor de Deus Pai,si da na pessoa do seu filho Jesus Cristo.Nosso senhor e salvador.7. Amados, amemo-nos uns aos outros, pois o amor vem de Deus. E todo aquele que ama, nasceu de Deus e conhece a Deus.
8. Quem não ama não conhece a Deus, porque Deus é amor.
9. Nisto se tornou visível o amor de Deus entre nós: Deus enviou o seu Filho único a este mundo, para dar-nos a vida por meio dele.
10. E o amor consiste no seguinte: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou, e nos enviou o seu filho como vítima expiatória por nossos pecados.
11. Amados, se Deus nos amou a tal ponto, também nós devemos amar-nos uns aos outros.(IJo 4)